De acordo com a imprensa americana, um grupo de acionistas da AIG estaria se mobilizando para pagar o empréstimo feito pelo governo americano antes que as ações da segurada fossem transferidas. É engraçado, quando a empresa estava em crise, precisando de dinheiro para não quebrar, ninguém se ofereceu para ajudar a levantar os US$ 80 bi. Agora que a participação acionária está em jogo, o dinheiro começa a aparecer.