Na última semana, Andrew Lahde, fundador do California’s Lahde Capital, um pequeno hedge fund americano, enviou uma carta aos quotistas anunciando a dissolução do fundo. Ao contrário do que pode passar pela sua cabeça em um primeiro instante, a decisão não foi resultado de perdas catastróficas com a recente crise no mercado americano. Muito pelo contrário, desde o ano passado Lahde vem apostando nesse cenário e deve proporcionar um belo rendimento aos seus investidores (segundo um deles declarou ao Financial Times, até o final de agosto o resultado positivo era de cerca de 40%).

Ainda de acordo com o FT, o gestor dos fundos de melhor performance nos dois últimos anos está “abandonando o barco” pois acha que o mercado está muito arriscado. Há oportunidades, ele admite, mas não compatíveis com o volume de risco que é necessário assumir.

Quando uma declaração desta vem de alguém como ele, é porque o nível de tensão e de incerteza nos mercados americanos está muito maior do que a gente consegue imaginar olhando daqui.

info: Financial Times